Telemedicina e Marketing para Médicos: Qual é o Segredo?

telemedicina-e-marketing-para-medicos

Em primeiro lugar, por mais que pareça estranho, o coronavírus deixou um legado: a telemedicina.

Se você é médico ou acabou de se formar, esse é um ponto que não pode deixar de lado, ainda mais com a quantidade de pessoas que acessam a Internet para praticamente tudo, inclusive para cuidar da sua saúde.

Antes de mais nada, a crise sanitária transformou a vida de empresas, os modos de relações e as interações entre todos os setores da saúde.

Dessa forma, a tecnologia evoluiu de uma forma significativa, tornando a vida das pessoas muito mais fácil e uma das mudanças mais importantes no campo da saúde foi a telemedicina.

Com a pandemia do novo coronavírus, as recomendações eram para o isolamento social. E assim, as consultas médicas ficaram mais complicadas.

No entanto, justamente com a tecnologia, os cuidados com a saúde à distância se tornaram uma realidade, e foi a telemedicina que permitiu isso tudo.

Facilitou a vida do médico e do paciente, que não precisa sair de sua casa para se consultar.

Tecnologia e Medicina

O fato é que a tecnologia e a medicina sempre funcionaram juntas, e hoje, trabalham mais do que nunca para evitar que pacientes e médicos sejam infectados pela Covid-19.

Ao preservar o distanciamento social, é possível avaliar e mesmo ser diagnosticado por um profissional sem sair de sua casa.

Só que tudo mostra que a telemedicina vai continuar sendo utilizada mesmo após a pandemia, e pode beneficiar milhares de pessoas, como idosos, quem tem problemas de mobilidade e quem mora em locais sem acesso a serviços de saúde.

O nosso foco aqui é mostrar o segredo por trás da telemedicina e marketing e o que os médicos precisam fazer para se destacarem e aumentarem assim a quantidade de pacientes.

E quem não se adequar, principalmente com milhares de médicos se formando todos os anos, pode num futuro, não muito distante, ficar com os consultórios vazios.

O que é o marketing digital e como é um aliado no campo da saúde?

Você já deve saber, mas não custa nada relembrar.

O marketing digital é uma forma de divulgação que acontece exclusivamente no espaço virtual, sem fazer uso de suportes externos, como por exemplo, jornais e revistas.

Ou seja, utiliza as mídias virtuais e sociais, como sites, blogs, vídeos e redes sociais para promover pessoas, empresas, marcas e serviços.

Agora, na área da saúde, esse tipo de marketing pode ser utilizado para que um médico se torne conhecido por um maior número de pessoas, no caso, potenciais pacientes.

Por consequência, isso permite atrair mais pacientes, ser reconhecido pelo seu trabalho, transmitir credibilidade e poder até se desenvolver.

Para você entender a relação entre telemedicina e marketing, vamos aprofundar mais o conceito de telemedicina, e se você ainda não adotou essa tecnologia, não deve perder mais tempo.

O que é telemedicina?

De uma maneira bem simples, telemedicina é um processo que usa a tecnologia para facilitar o contato entre médico/paciente, quando a consulta presencial não é possível, além de outros serviços médicos.

E atualmente, é o método mais utilizado em todo o mundo, e no Brasil não é diferente.

Por exemplo, um paciente em qualquer lugar do mundo pode se consultar com um médico do Brasil através de teleconsulta, via Internet.

Além disso, a telemedicina não se limita apenas a consultas a distância, vai muito mais além.

Um outro exemplo é quando um médico solicita a ajuda de um outro profissional de saúde para auxiliar no diagnóstico.

Também possibilita a troca de informações e opiniões, podendo ser útil também para quem ainda está estudando medicina.

Quais outras vantagens da telemedicina?

Além das vantagens para os médicos, talvez os pacientes sejam os maiores beneficiados, especialmente porque obtêm uma assistência médica sempre que precisam, e isso em instantes.

Sem precisar aguardar em salas de espera ou um horário vago na agenda.

Basta escolher o médico de sua preferência, agendar uma consulta e em questão de minutos, ser atendido.

É claro que a procura pela telemedicina ficou muito mais evidente durante a pandemia, mas já se sabe que veio para ficar.

Lembrando que em um contexto de envelhecimento da população, associado a um aumento de doenças, a telemedicina pode ajudar na prevenção de doenças e acompanhamento dos pacientes.

E sem falar que além das consultas à distância, o médico pode socilitar exames, prescrever medicamentos através de QR Code, tudo muito simples e fácil.

Agora, para propor serviços eficazes de telemedicina, é preciso melhorar a comunicação entre médico/paciente, o que pode ser feito através do marketing digital.

É normal  que quem é da área de saúde não entender muito de estratégias de marketing, e é exatamente por isso que existem as agências de marketing digital, para dar todo o suporte ao longo desse processo.

A seguir, vamos mostrar as principais estratégias de marketing que os médicos precisam aplicar, e por que são tão importantes no momento de utilizar a telemedicina.

Marketing para médicos: quais estratégias que funcionam

A estratégia número 1 e a mais importante é ter um site, principalmente porque é através do Google que potenciais pacientes fazem suas pesquisas para encontrar um médico ou outras questões de saúde.

Por isso, vamos nos concentrar aqui na importância de ter um site hoje, e melhor, aparecer nas primeiras páginas dos mecanismos de pesquisa.

Isso porque o site é o primeiro contato entre os futuros pacientes e o profissional de saúde.

Veja as principais vantagens de ter um site:

1.Divulgar sua atividade médica/especialidade

Ter um site possibilita que um médico se faça conhecer e assim, ter mais visibilidade.

A maioria das pessoas fazem pesquisas na Internet, especialmente no Google, para encontrar um médico ou clínica e se você não tiver um site, vai ser praticamente impossível te encontrar.

Ter um site permite atrair potenciais pacientes e transformá-los em pacientes, e o seu objetivo deve ser posicionar seu site nas primeiras posições.

2.Informar os pacientes

O site permite fornecer informações aos pacientes em tempo real, onde o médico se apresenta, mostra os horários de funcionamento, endereço, etc.

É também possível encontrar as especialidades médicas.

Dessa forma, os pacientes encontram tudo o que precisam no site, e saberão mais sobre a sua experiência.

3.Trocar informações

Um site bem estruturado permite aos pacientes fazer perguntas e tirar dúvidas.

Com a telemedicina, é possível inclusive obter resultados dos exames ou solicitar uma prescrição médica.

Essa troca ajuda a tornar a relação mais próxima e mais confiante com seus clientes.

O médico pode escolher ele mesmo responder as perguntas ou delegar ao seu assistente, e é justamente essa atenção que ajuda a fidelizar os pacientes.

4.Contéudo informativo

Através do site, você pode fornecer conteúdo informativo aos seus pacientes, mas acima de tudo, informações corretas.

A Internet está cheia de coisas falando sobre saúde, mas é fundamental que isso seja verdade.

Você pode postar conteúdos relacionados ou não com a sua atividade, mas que sabe que agregam valor aos seus clientes.

Por exemplo, falar sobre algumas doenças e métodos de prevenção.

Tenha em mente que os tempos mudaram e a maioria dos profissionais de saúde tem um site hoje.

Os avanços tecnológicos, e aqui entra a telemedicina, fazem com que os internautas recorram à Internet para encontrar soluções.

Quando alguém faz uma pesquisa no Google, por exemplo, vai encontrar seu site, ver todas as informações sobre você ou sua clínica e com certeza, pode querer marcar uma consulta presencial ou à distância.

5.Integrar com redes sociais

Outra estratégia são as redes sociais, no entanto, não funcionam para todas as áreas médicas.

Por exemplo, especialidades como nutrição ou perda de peso, usar as redes sociais como estratégia de marketing é excelente.

Por outro lado, para outras especialidades, como ortopedia, cardiologia, ajuda mais como uma espécie de portfólio, mas o que realmente dá resultado é um site bem estruturado e de qualidade.

Isso porque é acessível em qualquer horário e em qualquer lugar. Seu paciente pode consultar seu site e encontrar as informações que respondem às suas necessidades através de seus serviços.

Agora que você já viu todos os benefícios de ter um site voltado para médicos, confira a importância de contar com a ajuda de uma agência de marketing digital.

Qual é a importância de uma agência de marketing digital para desenvolver seu site?

Há ainda quem pense que basta criar um site e colocar no ar. Até pode funcionar em algumas áreas, mas quando se trata de um site para médicos, não é bem assim.

São necessárias várias estratégias, que apenas especialistas em marketing digital são capazes de aplicar.

E que estratégias seriam essas?

SEO

Hoje, o Google representa cerca de 92% das pesquisas, e por isso é essencial aplicar uma técnica chamada de SEO, que tem como finalidade posicionar seu site na primeira página do Google.

Para quem está tendo contato com esse assunto pela primeira vez, saiba que existem agências especializadas em SEO que têm segredos que colocam o seu site na primeira página do Google.

Consequentemente, vai atrair mais pacientes de forma orgânica, ou seja, sem você ter que ficar gastando dinheiro com Google Ads.

É uma estratégia a longo prazo, mas que aumentará o tráfego do seu site. E justamente essa visibilidade que despertará o interesse de novos pacientes para te conhecer.

Vale aqui lembrar também que usar backlinks também ajuda a aumentar a visibilidade do seu site e promover mais autoridade, que é quando outros sites apontam para o seu.

Conteúdo de qualidade

Provavelmente, quem acessa o seu site está em busca de um bom conteúdo, logo, é isso que você deve fornecer.

Mas um conteúdo bem elaborado, coerente com a sua atividade, e que faça com que a pessoa queira saber mais.

E quando se trata de saúde, isso é ainda mais importante, uma vez que todo o seu conteúdo deve ser verdadeiro, o que por sua vez faz com que confiem no que você está falando.

É fundamental fazer a escolha certa de palavras-chave, e inseri-las ao longo de todo o conteúdo, o que também é um critério usado pelo Google para ranquear seu site.

Hospedagem segura

Esse é um ponto que não pode ser negligenciado, pois uma boa hospedagem é o que garante o bom desempenho do seu site.

É necessário que o site consiga suportar milhares de acessos e que não apresente problemas em carregar ou travar.

Não tem nada mais desagradável do que entrar num site e ficar toda hora saindo do ar e recarregando.

Se isso acontecer, é bem provável que a pessoa acabe desistindo e saia.

Site responsivo

Hoje em dia, a maioria das pessoas acessa a Internet por meio de dispositivos móveis, como smartphones e tablets.

Portanto, seu site deve ser adaptado a todos esses dispositivos, mas sempre mantendo a mesma estrutura se fosse acessado pelo computador.

Todas essas estratégias, desde que feitas da maneira correta, vai fazer com que seu site tenha uma ótima visibilidade, alcance um maior número de potenciais clientes e transmita mais autoridade e credibilidade.

Telemedicina e marketing para médicos: qual é o segredo?

Você acabou de ver que um site para médicos pode melhorar o serviço oferecido aos pacientes, quando respeita os princípios éticos, assim como as competências e qualificações profissionais.

E hoje em dia, com o avanço da telemedicina, é primordial possuir um site.

Seja para que seus pacientes possam entrar em contato com você, agendar uma teleconsulta, ou mesmo para ler os artigos publicados.

Ter um site médico é a melhor ferramenta para atingir seus objetivos.

E ao contrário de outras mídias, o site é acessível em todo o mundo, em qualquer hora e acessado por todos.

De repente, uma pessoa do outro lado do mundo viu as suas qualificações, gostou, e com a telemedicina, pode marcar uma consulta.

Mas isso só será possível se você investir em marketing digital e é aí que está o segredo da telemedicina e marketing para médicos.

Nós, da QMIX Digital contamos com uma equipe preparada e qualificada para te ajudar, seja para repaginar seu site ou desenvolver um site do zero.

Lembre-se sempre que, a telemedicina já faz parte do dia a dia das pessoas, e se você deseja atrair mais clientes, de forma a agendar mais consultas, comece pelo seu site!

Entre em Contato

Site x Redes Sociais: Qual melhor para seu negócio atualmente?

sites-x-redes-sociais-qual-e-melhor

Em um mundo dominado pelas redes sociais, sendo hoje a principal plataforma de comunicação entre um negócio e seus clientes, qual a resposta para site x redes sociais?

Na era digital, marcar presença online é indispensável para desenvolver seu negócio, ganhar visibilidade e atrair novos clientes.

É também essencial para a fidelização de clientes.

Isso pode ser feito de diferentes maneiras: através das redes sociais ou criação de um site.

Mas a pergunta é: qual dos canais é melhor para o seu negócio? Site x Redes sociais?

Independentemente da sua atividade, seja uma empresa, uma clínica médica, um escritório de advocacia, de engenharia, o que será que vale mais a pena?

Se essa é a sua dúvida, vamos mostrar os prós e contras de cada um desses canais e descubra porque os empreendedores ainda precisam de um site em 2021.

Site x Redes Sociais: Por que seu negócio precisa ter um site?

cirurgia-do-joelho-em-goianiaUma das maiores diferenças entre as mídias sociais e os sites é que as redes sociais são mais fáceis e rápidas para configurar.

Em apenas uma hora é possível criar um perfil, e você pode até redirecionar seu nome de domínio (se você tiver) para a sua página nas redes sociais.

Além disso, uma boa estratégia nas redes sociais combinada com uma estratégia de publicidade paga tem um grande potencial para atrair clientes potenciais e aumentar a visibilidade da sua marca.

Embora isso possa parecer maravilhoso, existem algumas desvantagens. Por isso, vamos ver os prós e contras das redes sociais.

Vantagens das redes sociais

As mídias sociais têm uma série de benefícios, e para aproveitar todos eles, é necessário saber usá-las corretamente.

Só assim você terá a oportunidade de alcançar milhares de pessoas que podem se interessar pelo que você faz e oferece.

As vantagens das redes sociais são:

Potencial para aumentar as vendas;

Melhorar o posicionamento nos mecanismos de pesquisa;

Contato em tempo real com clientes;

Fácil para construir relações sólidas e gerar interação;

Configuração é gratuita e fácil de fazer;

Poder ser acessada por pessoas de todo o mundo;

Construir lealdade entre sua marca e seu público a partir da maneira como você interage com seus seguidores.

E as desvantagens das redes sociais?

Embora todos os benefícios listados acima, as redes sociais também têm seus contras:

Você pode gastar horas produzindo conteúdo que tem pouco ou nenhum engajamento;

Sem o monitoramento diário, você tem grandes chances de perder excelentes oportunidades, pois a sua audiência espera uma resposta rápida;

Se você não dedicar tempo suficiente para interagir com a sua audiência, você perde credibilidade;

Todo mundo vê comentários negativos;

Alta competitividade;

Você precisa seguir o layout da plataforma, ao contrário do site;

Falta de controle, uma vez que não tem como fazer uma pessoa parar de comentar ou compartilhar sua página;

O nível de informações é muito menor se comparado a um site. Você apenas consegue as informações fornecidas pela plataforma;

É caro. Sem uma verba para publicidade, é difícil alcançar sua audiência;

Não é sua. A plataforma controla o conteúdo que você publica de acordo com seus termos e condições;

Um painel de serviços limitado: às redes sociais só oferecem os serviços básicos, como apresentação da empresa, publicação da imagem, música, vídeo ou texto.

Portanto, é claro que existem muitos benefícios nas redes sociais para o sucesso do seu negócio ou marca, mas devem ser usados como complemento do seu site, que é o vamos mostrar a seguir.

Ter seu próprio site

especialista-em-catarata-goiania

Ter um site permite que você tenha total controle sobre sua marca e negócio. Isso porque é seu!

O site reflete exatamente quem você é, porque você faz o que faz, o que faz com que você mostre a sua diferença e seus valores.

Além disso, ter um site fornece segurança. Não existem termos e condições que você deve seguir, e ele estará sempre ali.

Ter seu próprio domínio significa que você pode produzir conteúdo exclusivo para a sua marca, conteúdo no formato de blogs, que apenas pode ser encontrado no seu site.

Por consequência, isso dá a você a oportunidade de ranquear nos mecanismos de pesquisa com palavras-chave específicas que mostram seus produtos ou serviços.

Por fim, ter seu próprio site significa construir uma presença nos seus próprios termos, da maneira que você quiser.

As vantagens de um site incluem:

É perfeito para indicações e referências: seus clientes podem indicar seu negócio para seus amigos com um único link, dando a eles acesso a tudo sobre você;

É fácil para atualizar, sem precisar de um programador;

Estabelece uma identidade forte da marca: ter seu próprio domínio torna você mais confiável, construindo imediatamente confiança entre sua marca e seu público;

Você pode enviar e-mails para seus clientes diretamente a partir de seu site;

Você só paga uma vez e tem o site para sempre;

Total controle: a maioria dos domínios vem com diversos templates que você pode personalizar para tornar seu;

Estratégia de marketing maravilhosa: as possibilidades de comunicação são infinitas, permitindo que você apresente a sua marca à sua audiência com muito mais exclusividade e criatividade. Você pode adicionar vídeos, blogs, reviews e FAQ;

Custos mínimos de operação: você está vendendo algo, podendo adicionar uma loja virtual, com um custo infinitamente menor se comparado a uma loja física;

O site pode ser visitado 24 horas por dia, sete dias da semana;

Serviços ilimitados: você pode criar sua própria rede social, site de ecommerce, blogs. Tudo é possível;

Você consegue coletar milhares de informações: de onde vem seus visitantes, quanto tempo permanecem em cada uma de suas páginas, quantas pessoas visitaram seu site, como te encontraram e quantas pessoas enviaram uma mensagem ou e-mail. Isso torna o site perfeito para uma análise mais aprofundada;

Backlinks: se o seu conteúdo é relevante e você tem muitos sites apontando para o seu, os mecanismos de pesquisa verão seu site como relevante, melhorando assim o posicionamento nas páginas de resultados;

Mais vendas: quanto mais informativo for o seu site, mais visitantes você terá, mais pesquisas, e consequentemente, mais vendas.

Incrível, não é mesmo? É claro que existem algumas desvantagens de ter seu próprio site, mas nada que você não consiga lidar.

As desvantagens de um site são:

Se você tem um site grande, é preciso que seja rico em conteúdo, o que pode despender tempo e esforço;

Maior trabalho de marketing: você vai precisar trabalhar bastante para gerar tráfego qualificado para o seu site, ou seja, vai precisar de uma boa estratégia de marketing digital;

Design e configuração: quanto mais complexos forem o design e as funcionalidades do site, maiores serão os custos, e esse processo pode levar um pouco mais de tempo.

Site x Redes sociais: qual melhor para seu negócio?

Seu site deve ser a alma da sua presença online e as redes sociais, sua ferramenta de marketing.

Os dois andam lado a lado, e ambos são fundamentais  para o sucesso de sua marca na era digital, ou seja, a resposta para site x redes sociais é: os dois!!!!

No entanto, ao ter seu próprio site, você tem 100% de controle sobre sua presença online, e deveria usar as redes sociais para direcionar tráfego para o seu site.

Você pode usar o tráfego do seu site como quiser, dependendo dos seus objetivos. É por isso que os empreendedores, não importa a atividade, ainda precisam de um site em 2021.

Por outro lado, as redes sociais podem ser usadas meramente como uma ferramenta para alcançar novos públicos, para interagir com eles e crescer seu negócio.

Vale lembrar aqui também que tudo o que você publica no seu site é facilmente acessível, mesmo anos mais tarde, principalmente se seus conteúdos ocupam boas posições nos mecanismos de pesquisa.

Assim, um internauta poderá acessar suas páginas sempre que quiser.

Por outro lado, esse mesmo internauta não tem nenhuma chance de ler suas postagens no Facebook ou Instagram, nem mesmo de 2020.

Enfim, tudo isso mostra como é ainda importante e indispensável ter e investir em um site em 2021!!

Entre em Contato

Marketing automotivo: 5 dicas que realmente funcionam

marketing-automotivo

A partir de agora, vamos apresentar dicas de marketing automotivo que realmente funcionam. As estratégias presentes neste artigo já foram testadas por diversas empresas, garantindo resultados incríveis para os negócios. 

Vale a pena acompanhar as orientações, uma vez que o marketing automotivo bem feito traz ótimos resultados não só para venda de veículos novos, mas também para aquelas empresas que trabalham com automóveis seminovos. 

Site para Marketing Automotivo

Vamos iniciar as nossas dicas de marketing automotivo que realmente funciona falando sobre a importância de transferir um estabelecimento físico para o ambiente digital.

Sabemos o quanto a pandemia causada pelo novo coronavírus afetou diversas áreas da sociedade. E no segmento automotivo não foi diferente. Não é difícil encontrar empresas que fecharam as portas e estão investindo no desenvolvimento de sites ou de redes sociais. 

Porém, não basta apenas publicar uma página na internet. É importante ter um cuidado especial com o design, pontos de conversão e atendimento ao consumidor. A junção desses ingredientes impacta positivamente nos números do seu negócio. 

Marketing Automotivo usando chatbot

Foi-se o tempo em que o chatbot era considerado apenas tendência no mercado automotivo. Agora, muitas empresas estão utilizando aplicativos de assistente virtual não só em sites, mas também em redes sociais. 

Uma das principais vantagens dessa tecnologia é que ela permite programar respostas automáticas para seus consumidores. Ao reduzir o tempo de espera do cliente, ele se sente mais valorizado e mais empolgado em finalizar a compra com o seu estabelecimento. 

Outro ponto positivo do assistente virtual é que ele pode ser implementado também no WhatsApp do estabelecimento. Ao instalar essa tecnologia, você consegue construir uma comunicação cordial para solucionar os principais questionamentos dos consumidores. 

A inteligência artificial pode ainda encaminhar a conversa para um colaborador da sua empresa quando o consumidor pretende ter uma comunicação mais personalizada com o seu estabelecimento. 

Marketing Automotivo nas redes sociais 

Qual é a frequência de publicação da sua empresa nas redes sociais? Se respondeu que ela é baixa, é melhor mudar a sua estratégia se quiser resultados no marketing automotivo. Essas ferramentas contém um fluxo temporário próprio. Isso quer dizer que algumas publicações são visualizadas com agilidade, enquanto outras são ignoradas pelo sistema. 

Por isso, é fundamental publicar com frequência, pensando nos valores e metas do negócio. No entanto, não basta apenas informar as principais tendências do segmento. Você deve compartilhar conteúdo que ajuda o usuário a resolver um problema naquele momento, como: dicas para comprar carro seminovo, benefícios de investir em um carro seminovo, como cuidar de um veículo, entre outros. 

Marketing Automotivo com o Google Meu Negócio

O Google Meu Negócio é uma estratégia interessante para o marketing automotivo. Ele permite fazer a gestão de informações da empresa, interagir com os consumidores, visualizar dados sobre os clientes, avaliar as interações dos anúncios e anunciar ofertas especiais e promoções.

Com poucos cliques, o cliente tem à disposição detalhes importantes sobre o seu negócio, como: Website, direções, número de telefone, horário de estabelecimento, avaliações de outros consumidores e fotos da loja ou dos veículos. 

Não é necessário ser um especialista em tecnologia ou internet para implementar ações no Google Meu Negócio, uma vez que ela é bastante intuitiva. 

SEO para Marketing Automotivo

O SEO (Search Engine Optimization) é um grupo de estratégias que tem como missão garantir um melhor posicionamento da sua página nos principais buscadores do mundo, como o Google. 

No segmento automotivo, algumas estratégias são essenciais, como: escolha de palavras-chave, otimização de imagens, desenvolvimento de conteúdo útil e autoridade do domínio. Na internet, você pode encontrar diversos cursos gratuitos que ajudam a entender o tema com mais facilidade. 

Um dos erros mais comuns entre os responsáveis pelas estratégias de marketing automotivo é trabalhar com base em “achismo”. Os dados são fundamentais para as empresas, pois indicam quais foram as ações que surtiram efeito positivo e quais são aquelas que precisam ser ajustadas. Dessa forma, você consegue criar um diferencial competitivo no mercado. 

Caso prefira focar no seu negócio, buscar novas oportunidades para sua empresa, deixe o marketing automotivo conosco. 

A QMIX possui equipe de SEO especializada em marketing digital para deixar sua empresa nas primeiras páginas do Google.

Você já imaginou o volume de vendas das empresas que aparecem nas primeiras páginas do Google?

Como Gerar Tráfego Para o Seu Site Através do Instagram

gerar-trafego-site-atraves-instagram

Se você quer dicas de como gerar tráfego para o seu site, então leia até o final. Pois elaboramos um post com todas as informações que você precisa!

O marketing digital está a todo vapor. Prova disso é o pesado investimento de empresas na internet e redes sociais. Aliás, essa presença online é fundamental para o planejamento da comunicação de empresas de todos os tamanhos.

Desse modo, é possível criar canais de comunicação com cada perfil de cliente. Para isso, uma alternativa rentável é saber como gerar tráfego para o seu site.

Afinal, são várias as ferramentas estratégicas para conquistar público, e gerar mais resultados para cada modelo de negócio.

Entre elas, citamos o planejamento de marketing no Instagram. Dessa forma, você direciona mais visitantes ao seu site, e ainda potencializa o número de vendas.

Para explicar melhor tudo isso, confira a seguir, as dicas de ouro para você gerar tráfego para seu site investindo numa rede social em alta: o Instagram.

9 Dicas de Como Gerar Tráfego Para o Seu Site

Conforme já citamos, a evolução do marketing digital garante hoje uma presença vital em redes sociais, como o Instagram.

Afinal, você pode ir além do relacionamento comum e ainda gerar tráfego real para seu site. Por isso, ele é imprescindível para o seu negócio. Para isso, venha evoluir sua comunicação a partir das nossas dicas a seguir!

1. Programe conteúdos voltados para seu público-alvo

Em primeiro lugar, na internet é importante saber com quem você precisa falar. Nesse sentido, o Instagram pode demandar muito esforço extra, apenas para ganhar em números.

Aliás, de centenas a milhares seguidores, sua conta pode gerar mais valor de vendas que alguns comentários.

Porém, vale frisar que os números de seguidores no instagram não são um sinal adequado para medir retorno positivo. Afinal, não garantem que esses seguidores são de qualidade. Ou seja, não significa que eles queiram interagir com sua marca, e manter um diálogo produtivo.

Em suma, para gerar tráfego para o seu site, saiba como falar como seu público-alvo. Para isso, defina-o de acordo com os objetivos do seu negócio. Caso contrário, você vai acabar falando para ninguém.

2. Invista numa conta Business

Este passo é fundamental para você transformar sua rede de marketing, num negócio profissional. Até porque, para gerar tráfego para o seu site é preciso análise e planejamento para coletar dados mais precisos.

Em outras palavras, com essa conta, você tem acesso a informações reais, e de grande valor sobre seu público.

Sem falar que ela ainda garante dados valiosos sobre seus erros e acertos no planejamento digital. Assim, você verifica se fala com o público certo, se aproveita bem os horários e até mesmo quantas pessoas visitam seu perfil.

3. Invista em conteúdo que conecte as plataformas

Não importa se a estratégia é orgânica ou paga. Saiba que seu usuário terá que passar por uma jornada que tenha sentido e relevância.

Por isso, sair de uma rede social e ir para seu link é algo vital para a comunicação de forma geral. Nesse sentido, basta você empregar um simples CTA, que seja chamativo e direcionado com a próxima mensagem que esse usuário receberá.

Invista em conteúdo que relacione ambas as plataformas que utiliza, como o Instagram e o seu site, por exemplo.

4. Analise bem cada métrica

Agora, é hora de saber quais dados são os mais importantes para gerar tráfego para o seu site. Para isso, entender as métricas disponíveis pela plataforma é essencial. Aliás, o próprio Instagram passa as informações básicas, mas anote as que são vitais para o processo:

  • Insights: com ela, você tem acesso a horários de interação, resultados do conteúdo e dados do público que consome o que você posta;
  • Engajamento: ótimo para explorar a taxa de engajamento;
  • Alcance: métrica relacionada à quantidade de visualizações das publicações;
  • Impressões: referente ao total de vezes que seu post foi visualizado.

5. Invista em recursos do Instagram

Como sempre, o Instagram se reinventa quase que todo dia, principalmente para você produzir dentro da plataforma. Além do mais, ele tem recursos para facilitar os negócios.

No caso do stories, as atualizações estão ótimas, seja para informar ou fechar negócios. Por isso, procure olhar tudo o que o Instagram tem a oferecer antes de consolidar cada estratégia.

De qualquer forma, indicamos uma função para você com milhares de seguidores: o “Arraste para cima”. Assim, fica mais fácil criar sequências, histórias e levar usuários para seu site.

Além disso, a função “Ver Mais” é valiosa para você que tem conteúdo visual interessante para certos usuários.

6. Sempre empregue link na bio

Incluir link na bio do Instagram é altamente recomendável. Aliás, você já deve ter visto chamadas para conferir “link na bio”. Pois ele tem a função de gerar mais tráfego para o seu site.

No caso de contas business, esse link disponível é perfeito para você criar um contato inicial com novos usuários.

Além do mais, pelos Insights da rede social, você ainda tem acesso a quantas pessoas clicaram no link. Nesse sentido, fica ainda mais fácil melhorar e aprimorar estratégias relacionadas a conteúdo, e como aumentar a quantidade de cliques.

7. Fechar parcerias com influenciadores também ajuda a gerar tráfego para o seu site

Tudo bem que você já conquistou uma certa quantidade de seguidores. No entanto, dentro do próprio Instagram, também é possível atingir outras pessoas.

Ou seja, é possível ter alcance extra para falar com demais perfis de públicos, e garantir mais identificação com seu negócio. Portanto, para gerar tráfego para o seu site, é preciso procurar parcerias de qualidade.

Invista em pessoas e usuários que tenham contato com perfis e público alvo semelhantes aos seus Na prática, para seu negócio ficar mais rentável, firme parcerias com influenciadores de destaque na sua região.

Mas lembre-se de que o número de seguidores nem sempre define a qualidade de determinado influenciador. Além do mais, fique atento ao seu engajamento em relação ao que ele transmite, as suas postagens e veja se vale a pena fechar cada parceria.

8. Invista em anúncios para gerar tráfego para o seu site

Com certeza, para gerar tráfego para o seu site, é preciso criar em anúncios criativos, com a segmentação correta e muita qualidade. Para isso, saiba que o Instagram Ads é uma ferramenta adequada.

Afinal, além de essencial para o conteúdo, ele ainda ajuda a espalhar informações vitais, seja para quem já conhece sua marca, ou para quem pode ter interesse em conhecer.

Ainda assim, saiba que é importante para você utilizar os anúncios de acordo com a verba. E lembre-se que cada planejamento digital requer profissionalismo, planejamento e experiência.

9. Procure estar sempre atualizado

Por fim, para gerar tráfego para o seu site, acompanhe, esteja sempre atualizado e invista em testes. Aliás, essa dica é básica para qualquer criador de conteúdo.

Pois é testando que você consegue atingir suas metas. Além do mais, verdade seja dita: é errando que se aprende!

Afinal, a efetividade do seu trabalho em ações do Instagram também gira em torno da sua capacidade de testar, medir e melhorar os resultados com as informações que você coleta.

Então, fique atento aos números, entenda os seus objetivos, e faça com que eles andem juntos. Assim, é possível tirar o melhor proveito da plataforma, e fazer dela uma parte imprescindível da sua estratégia de tráfego.

Leitura complementar: 1º página do Google: autoridade e credibilidade para sua empresa!

Marketing gastronômico: como usar o poder das Redes Sociais

marketing-gastronomico

Todo gerente de restaurante ou empreendedor da área precisa saber como usar as redes sociais no Marketing Gastronômico. Afinal de contas, essas ferramentas são vitais para conseguir os resultados de venda.

O Facebook tem 127 milhões de usuários, enquanto o Instagram tem mais ou menos a metade disso. Juntos, eles abrangem a maior parte da população brasileira e garantem largo alcance para qualquer empresa.

Nessa pandemia do novo coronavírus, em que o atendimento presencial foi prejudicado e o delivery se tornou a regra, as redes sociais se tornaram ainda mais importantes.

Quer saber como usá-las? Siga a leitura abaixo!

5 dicas de como usar as redes sociais no Marketing Gastronômico

1. Crie anúncios com conversão para apps

Uma das melhores formas de como usar as redes sociais no Marketing Gastronômico é aproveitar o fato de que é possível customizar o destino de CTA a vontade e desenvolver anúncios voltados para a conversão em aplicativos de delivery.

Por exemplo, é possível colocar como CTA em um anúncio nas redes sociais algo como “Compre já!” ou “Peça já!” e direcionar o usuário para a sua página dentro do aplicativo em questão, como o Rappi Brasil, por exemplo.

Dessa forma, é possível direcionar os usuários diretamente do aplicativo do Facebook ou Instagram para o seu ponto de conversão no delivery. E isso pode ser potencializado ao apostar em públicos quentes.

Um público quente é alguém que teve uma interação com a sua página recentemente, especialmente se foi uma reação positiva no sentido de “Que vontade!” quando você postou algum prato.

Nesse caso, é possível direcionar os anúncios para públicos que interagiram com a sua página nos últimos 15 dias, 30 dias e por aí vai. Dessa forma, você sabe que essas pessoas estão relativamente com vontade de comprar o seu produto e pode investir nesse anúncio para convertê-las.

2. Faça vídeos de dar água na boca

Enquanto a tecnologia não evolui o suficiente para que seja possível transmitir sabor e cheiro pela tela dos smartphones, o marketing gastronômico terá de se esforçar um pouco mais para garantir que as imagens façam jus aos pratos oferecidos.

A filmagem é um ótimo recurso para ajudar neste processo, pois o vídeo tem opções de edição e efeitos que conseguem transportar o espectador para as sensações que ele irá sentir ao experimentar as suas especialidades. Use ângulos criativos, slowmotion, transições de imagem e cores atrativas para cativar seu público.

3. Trabalhe com influenciadores

Influencers digitais são o equivalente a propagandas de televisão feitas com artistas: eles passam para o consumidor a credibilidade de que seu produto é confiável.

Mas nem todo influenciador é o correto para seu trabalho, e nem sempre é sobre o número de seguidores. Estude qual o público de seu estabelecimento, e com quais personalidades da internet ele mais interage. A resposta pode estar no Instagram, Twitter, Youtube, ou até em uma ação em massa usando todas as redes simultaneamente.

E para medir o sucesso do influenciador, é necessário analisar o engajamento que sua conta tem em cada postagem, que pode ser medido em visualização, curtida, compartilhamento e comentários.

4. Ofereça códigos promocionais

Se suas redes sociais já têm um vínculo forte com o público, agora é a hora de incentivá-los a consumir seus produtos. Existem várias formas de fazer isso, como criar conteúdo com “call-to-action” (uma frase imperativa que informa ao consumidor o que ele deve fazer em seguida como “mande uma mensagem” ou “ligue para nós”), ou posts informativos com o endereço de seu estabelecimento, site ou telefone.

E para tornar essa comunicação mais atrativa, ofereça cupons de desconto. Eles podem seguir o formato de período limitado, ou para comemorar o lançamento de um novo prato no cardápio. Além de instigar o interesse do consumidor para fazer a compra, o cupom também incentiva o compartilhamento e recomendação de sua empresa para outros consumidores.

5. Evite métricas da vaidade

Se você tem uma empresa e uma página dela nas redes sociais, entende-se que quanto mais resultados, melhor. Por exemplo, quanto mais seguidores no Instagram e quanto mais likes nas fotos, melhor. Certo?

Na maioria dos casos, até que sim. Suponha que você tenha uma loja virtual que entrega para todo o país. Tem 5 mil likes na foto do seu produto indica interesse e permite fazer anúncios para o público quente. Ótimo.

No entanto, se você é um restaurante, entende-se que você trabalha no ramo local. Ou seja: um seguidor de outra cidade ou estado não interessa, pois ele nunca converterá em cliente (com exceção caso ele viaje para a sua cidade e, aí sim, esteja no seu âmbito local).

Sendo assim, não faz sentido aumentar o seu número de seguidores ou de likes adicionando gente de outras cidades. É até pior: como o Instagram e o Facebook mostram os seus conteúdos para uma porcentagem dos seus seguidores, quanto mais gente que não pode converter em cliente, maior a chance dos seus conteúdos perderem efetividade.

Se preocupar tanto assim com o número de seguidores é a chamada “métrica da vaidade”. Faz bem para o ego ter 1 milhão de seguidores, mas pode não fazer bem para o bolso. Por isso, prefira os 5 mil seguidores que são da sua região e podem ser clientes do que os 50 mil que não podem.

Aprendeu como usar as redes sociais no Marketing Gastronômico? Agora é a sua vez de aplicar essas estratégias e começar a ter resultados significativos com a sua página no Facebook e Instagram.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Leia também: por que minha empresa precisa de site?

Por que minha empresa precisa de site? Pergunta constante no Google

por-que-preciso-ter-um-site

“Por que ter um site?” Bom, se você acha que criar um site para divulgar sua empresa ou negócio é uma questão de luxo ou capricho, está enganado. Ter um site atualmente é essencial para sua empresa ganhar mais visibilidade na internet e, por consequência, conquistar mais clientes.

Sites funcionam como uma vitrine para os seus negócios e ainda facilitam o atendimento ao cliente, seja você proprietário de um hotel, escritório de advocacia, imobiliária, restaurante, hospital, consultório médico, supermercado, etc.

Enfim, não importa com qual segmento você trabalhe, se seu objetivo é ter mais lucro, invista na criação de um site. Talvez essa breve introdução não tenha respondido seu questionamento “Por que ter um site?” Por isso, continue lendo e descubra porque é fundamental ter uma página na web.

Por que ter um site com tantas redes sociais por aí?

Você nos pergunta: “Por que ter um site com tantas redes sociais por aí? Bom, vamos te responder com dados. Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), melhor do que ser encontrado nas redes e ser visto na primeira página do Google.

É o que mostra a pesquisa que a instituição fez com micro e pequenas empresas. Conforme os dados, o Google é o primeiro site que os empreendedores procuram quando necessitam de ajuda. Entre os micro e pequenos empreendedores, cerca de 63% pesquisam fornecedores e preços online antes de contratar os serviços.

No entanto, somente 27% dos empreendedores têm site para seu negócio. Agora pare e pense: se você fizer um site, estará à frente dos seus concorrentes. Então, acreditamos que chegou a hora de você parar de se questionar “Por que ter um site?”

A pesquisa do Sebrae mostra, ainda, que 78% dos entrevistados dizem que ter um site expõe o negócio de maneira mais profissional; 70% revelam que o marketing digital ajuda a atrair novos clientes; e 69% afirmam que a presença online ajuda a empresa a se destacar da concorrência.

Em síntese, por meio das redes sociais você pode manter contado com seus clientes atuais. No entanto, como os novos vão encontrar a sua empresa? Já imaginou quantas buscas são feitas diariamente no Google sobre “onde se hospedar?”, por exemplo?

Por que ter um site se minha empresa é pequena?

Você me pergunta: “Por que ter um site?” Eu te respondo com outra indagação: você conhece alguma empresa de sucesso que não tenha seu próprio site? Independentemente do tamanho, segmento ou local, a presença na web é o denominador comum entre todas as marcas de sucesso.

O Google faz parte do dia a dia das pessoas e ambiente virtual está nas mãos delas por meio de seus smartphones. Para você ter uma ideia, diariamente são feitas mais de 3,5 bilhões de pesquisas nesse mecanismo de busca. Fato que torna esses internautas potenciais clientes.

Percebeu que se sua empresa não tiver presença digital, perde espaço para concorrência? Além disso, empresas que não possuem site são vistas como ultrapassadas, pouco profissionais e inacessíveis, haja vista que não oferecem uma forma de se comunicar com os clientes, fato que interfere (e muito) na sua credibilidade.

Agora, depois dessa breve introdução, responderemos à pergunta “por que ter um site” de forma mais aprofundada e persuasiva. Pronto para conhecer as vantagens de ter uma página na web?

Por que ter um site? Listamos 6 motivos!

Se você estiver relutante em criar um site para sua empresa ou negócio pois possui uma página no Facebook ou conta no Instagram, saiba que um canal não substitui o outro, eles se completam.

Além disso, se sua empresa tiver um site com domínio próprio, realizar campanhas de e-mail marketing se torna eficaz, pois essa é a forma mais eficiente de relacionamento com o cliente e também de conversão de vendas.

Então, você quer levar seus possíveis clientes para seu site ou para uma página nas redes sociais? Fazendo uma analogia: você gostaria de se encontrar com seus clientes para fechar vendas importantes em sua própria loja ou em uma praça?

Além disso, no site é possível criar links que direcionem os internautas para suas redes sociais. Bacana, né? Agora listamos seis motivos que vão responder de uma vez por todas sua dúvida de “Por que ter um site?”, Confira!

  1. Maior visibilidade

Você vende produtos de alta qualidade, tem o melhor atendimento e sua empresa é sensacional. No entanto, isso de nada vale se seus serviços ou produtos não forem encontrados na primeira página do Google quando o internauta fizer sua pesquisa.

Se uma pessoa for viajar e quiser pesquisar, por exemplo, “Pousada em Japaratinga“, fará uma pesquisa no Google. Se o seu site não for encontrado, adivinha… Sua pousada, hostel, hotel perderá hóspedes.

  1. Ganhar autoridade no mercado

“Por que ter um site?” Conheça agora mais um motivo! Com um site sua empresa tem muito mais mecanismos para promover seus negócios.

Por meio da criação de conteúdo, publicados no blog, você prova para o público que domina todos os assuntos inerentes ao seu nicho e, ainda, demonstra que tem capacidade técnica para dar ao cliente o que ele precisa.

Pode apostar: blogs geram autoridades e ajudam a vender!

  1. Alavancar as vendas

Ter um site também é extremamente útil para impulsionar as vendas, sejam elas consultivas ou e-commerce.

Se a venda for consultiva, por exemplo, o site funciona como um apoio ao vendedor na hora de fechar um negócio. Caso seja e-commerce, o cliente efetua a compra na hora que se sentir mais confortável, não importa se é Feriado de Páscoa ou 3 horas da madrugada – a internet nunca fecha.

Por meio do site também é possível promover os produtos e serviços da sua empresa de forma mais atrativa, dinâmica e visual, propiciando uma experiência ímpar àqueles que visitarem sua página na web.

  1. Expandir seus negócios

Independentemente de qual seja seu negócio, com certeza um dos seus objetivos é expandi-lo e, para isso, é necessário ter um site. O site, na maioria das vezes é o primeiro canal de contato entre sua empresa e seu futuro cliente.

  1. Romper barreiras geográficas

Ter um site rompe as barreiras da localização geográfica. Se seu nicho for locação de pousada ou hotel, por exemplo, seu negócio não precisa ficar restrito aos clientes próximos a sua região, pois se você tem uma página na web, poderá receber clientes de todo o Brasil e de outros países.

  1. Se relacionar com o público

Tirar dúvidas online sobre produtos ou serviços tornou-se hábito do consumidor brasileiro. Antes de se hospedar em um hotel, por exemplo, ele entra no site para saber o valor da estadia, ver fotos dos quartos, ter informação sobre o café da manhã, etc.

Por isso, é essencial manter um bom relacionamento com seu público nesse canal, pois um site é praticamente um escritório virtual. Sendo assim, os visitantes devem ser tratados como se estivessem visitando pessoalmente sua empresa.

Desse modo, publique conteúdos no blog que sejam de interesse deles, responda os comentários feitos nas postagens do blog, crie uma central de relacionamento com respostas para dúvidas mais comuns, tenha um chat em tempo real para atender aos clientes, etc.

Sua pergunta “por que ter um site” foi sanada?

Se sim, da próxima vez que a pergunta “por que ter um site” pairar sobre sua mente, lembre-se de todas as dicas citadas e não perca mais tempo. Contrate uma agência de marketing digital para criar um site para sua empresa e não permita que negócios sejam engolidos pela concorrência.

Afinal, como mencionamos mais acima neste texto, as pessoas hoje em dia procuram tudo na internet. Desse modo, se elas não encontrarem sua empresa, certamente encontrarão seu concorrente.

A seguir, vamos falar de outro ponto crucial, pois não basta ter um site, é fundamental que ele apareça na primeira página do Google – de preferência no topo.

Por que o site deve estar na primeira página do Google?

“Por que o site deve estar na primeira página do Google?” é uma dúvida que surge quando alguém decide criar uma página na web. Você tem a resposta para essa pergunta? Se não, veja esses exemplos bem didáticos a seguir.

Liechtenstein, Tuvalu e San Marino são países turísticos prósperos e bonitos. No entanto, estão entre os locais raramente visitados no mundo, juntamente com o Butão, a Bielorrússia e segunda página do Google.

E as piadas não param por aí… Você sabe qual o melhor local para esconder um cadáver? Dizem que é na segunda página do Google

segunda-pagina-google-meme

Piadas à parte, o fato é que os internautas raramente (mas é excepcionalmente mesmo) clicam na segunda página do Google, uma vez que, geralmente, os três primeiros resultados exibidos são capazes de atender às necessidades e dúvidas deles – se você vai além da primeira página, você é um desbravador.

Por isso, não conte com a sorte! Ter um site na primeira página proporciona uma visibilidade indispensável para ampliar o alcance da sua empresa na internet. Por outro lado, não aparecer na primeira página do Google é dar um passo para trás nos seus negócios.

Desse modo, não perca mais tempo e contrate uma agência de marketing digital para colocar o site da sua empresa no topo, pois de nada adianta ter, por exemplo, um hotel paradisíaco se ele não recebe hóspedes.

Como colocar meu site na primeira página do Google?

A pergunta “Como colocar meu site na primeira página do Google?” deve estar martelando na sua cabeça neste momento, não é mesmo? Bom, para colocar seu site no topo das buscas, existem fórmulas mágicas (técnicas chamadas de SEO), são elas que permitem que os robôs do Google encontrem sua página no Google.

Mas o que é SEO?

A sigla SEO (Search Engine Optimization) em tradução livre para o português significa “otimização para mecanismos de busca”. Em síntese, SEO é um conjunto de técnicas que podem ser empregas para fazer com que o site da sua empresa conquiste a primeira página do Google.

Dentre as técnicas de SEO utilizadas podemos destacar o uso de palavras-chave, produção de conteúdo de qualidade, meta description, links patrocinados, imagens, etc. Apesar das técnicas de SEO serem eficazes, chegar à primeira página do Google pode ser um processo demorado.

Por isso, tenha paciência, pois existe todo um processo de construção de autoridade do seu site, no qual o Google avalia constantemente a qualidade dele. Se seu site não tiver qualidade, os robôs o considera irrelevante e ele não aparece nas buscas para os internautas.

Os robozinhos são bastante exigentes, viu?

Como ficar na primeira página do Google?

Voltamos à pergunta “Como ficar na primeira página do Google?”… Bom, para um site aparecer na primeira página do Google diversos fatores são considerados – já falamos que ele precisa ser otimizado com as técnicas SEO. Mas antes de tudo, ele precisa ser desenvolvido por um web designer.

Ao criar um site para sua empresa, esse profissional permite que você altere o layout e seu site será exatamente como você deseja, sendo modificado de acordo com suas preferências e gostos.

Agora se você optar por um site pronto, sempre haverá uma empresa ou alguém com o site igual o seu, pois o layout é limitado e os modelos são iguais para todos. Diante disso, aposte em um web designer, pois ele desenvolverá um site totalmente original e do jeitinho que você idealizou.

Confira a seguir outras dicas que vão fazer com que o site da sua empresa conquiste o primeiro lugar na página do Google, dentre eles estão:

Ser dinâmico;

Fácil de atualizar;

Ter boa arquitetura;

Possuir conteúdo relevante;

Ser responsivo;

Interagir com a redes sociais;

Ter a aplicação de tags feita de forma correta, etc.

Agora que a dúvida “Como ficar na primeira página do Google?” foi sanada e você chegou à conclusão que ter um site é essencial para atrair novos clientes, o que acha de contratar uma agência de marketing digital para desenvolver um site para sua alavancar seus negócios?

Por que contratar uma agência de marketing digital?

Como você pôde perceber, criar um site de qualidade demanda tempo e, além disso, é necessário conhecer todas as técnicas SEO inerentes ao processo. No entanto, você não precisa ficar aí sofrendo ou entrar em um curso para aprender tudo isso, basta contratar uma agência de marketing digital.

A QMIX Digital é uma agência de marketing digital que conta com profissionais qualificados e preparados para te ajudar de forma personalizada e com responsabilidade – afinal, um site deve ser tratado com seriedade, pois é por meio dele que a clientela cria uma imagem da sua empresa.

Entre em contato e faça um orçamento conosco! Certamente você se surpreenderá com os precinhos camaradas que temos.

Saiba como entrar no Facebook sem usar senha!

como-entrar-no-facebook

O Facebook é a maior rede social do mundo! É a de maior destaque no Brasil também, depois é o Whatsapp. No mundo, há um total de 2,3 bilhões de usuários ativos na rede. O Facebook proporciona muitas facilidades, para quem gosta de compartilhar e receber conhecimento de todos os gêneros a plataforma pode ser uma ótima opção. 

Além disso, a rede social conta com stories, conversas no chat, grupos sobre os mais diversos assuntos, marketplace para vendas, notícias, artigos da própria plataforma, entre outras funcionalidades. 

Mas você sabe como entrar no Facebook? Para acessar esta rede social, basta que você cadastre uma conta de e-mail e uma senha para poder entrar. No entanto, o Facebook conta com alguns recursos para você entrar sem precisar se logar todas as vezes, ou seja, sempre precisar colocar a senha sempre. 

Portanto, se você é uma pessoa que esquece as senhas ou prefere agilidade na hora de entrar nas suas redes sociais, veja aqui como entrar no Facebook sem precisar da senha. 

O que é o Facebook?

Caso você não conheça esta rede social, apesar de ser a maior do mundo, ainda sim, podem haver dúvidas. Ela possui um feed, bem parecido com o do Instagram, no feed, você pode publicar vídeos, fotos, textos, links, entre outras. 

No Facebook também tem os eventos, que são convites para festas, aulas, shows, etc. É um recurso muito bom para quando quer montar algum evento e quer chegar em mais pessoas. Além disso, tem os grupos de todos os gêneros, aluguel, filmes, música, saúde, moda, beleza, tecnologia, educação e os mais variados conteúdos.

Se você estiver procurando um aluguel é só buscar por este termo chave o nome da cidade e é possível participar do grupo e encontrar o seu aluguel! É possível também seguir ou até mesmo criar uma página, se você tiver um negócio é uma ótima opção. Se quiser se informar pela rede pode seguir as páginas dos jornais. 

Configurar perfil Facebook

Saiba que você pode optar por só seus amigos olharem seu perfil, os amigos dos amigos ou qualquer pessoa do mundo. Mas também pode bloquear algumas pessoas para não olharem uma foto, por exemplo. Este é um recurso importante visto que as redes sociais hoje em dia contam muito, é nosso cartão de visita. Por isso, cuidado com os conteúdos que compartilha.

Se você quiser, pode favoritar um amigo ou alguma página que segue para o conteúdo chegar primeiro na sua linha do tempo. E também é possível criar um blog no Facebook, quantas funcionalidades, não é?

Mas como funciona o Facebook? Você pode reagir a postagens com sentimentos, como raiva, por exemplo. Pode comentar essas postagens também, além de poder compartilhá-las. No Facebook, você pode colocar que encontrou em um relacionamento sério com outro usuário, colocar seu aniversário para ser parabenizado 

Lembre-se a rede é ótima para explorar uma estratégia de Marketing para o seu negócio, caso tenha um. 

Como entrar no Facebook sem senha?

Como já dito, você pode acessar a plataforma sem precisar colocar a senha e login, veja aqui algumas opções para entrar direto. 

Você primeiro precisa ter logado nos dispositivos que costuma acessar a rede. Feito isso, o próprio Facebook vai exibir uma pequena janela de conversa perguntando se você permite gravar a senha no dispositivo, você só precisa aceitar e a senha será salva. Quando você quiser acessar de novo a rede social, vai notar que na tela de acesso vai aparecer sua foto e seu nome e um aviso que a sua conta foi salva. 

Outra maneira de você acessar o Facebook de maneira rápida, é similar a outra opção. Você faz o mesmo processo, acesse o dispositivo que costuma usar o Facebook, após você aceitar a permissão do navegador de salvar a senha, em vez de clicar no botão sair, você apenas feche o navegador. Isso fará com que a sua senha fique salva. Quando você abrir a página da plataforma de novo, ela irá entrar direto na sua conta. 

Essa dica é para aqueles que usam o Google Chrome como navegador padrão. O Chrome fornece um recurso de memorizar senhas de uma maneira muito simples. Você precisa ir na opção “menu” que fica nos três pontinhos no canto superior direito da página e selecionar o botão “configurações”. Depois vá até a opção “senhas” e selecione para salvar a sua do Facebook. Da próxima vez que for entrar na plataforma, o Chrome irá oferecer uma opção de senha, que é aquela que você salvou quando configurou o navegador. 

Como entrar no Facebook com proteção?

Como você vai deixar salvo suas senhas nos dispositivos e navegadores, é importante saber como se proteger de possíveis invasores. 

Dessa forma, o primeiro passo é criar uma senha forte e segura, caso alguém invada sua conta e você contacte a plataforma para deslogar de todos os dispositivos a pessoa não vai conseguir acessá-la de novo. 

Cuidado ao acessar, de maneira nenhuma, salve suas senhas em computadores públicos ou na casa de algum amigo, além disso, se precisar acessar a rede pelo celular de alguém certifique-se que não selecionou a opção de salvar a senha. 

Saiba que qualquer alteração diferente você pode entrar em contato com o suporte para sair de todos os dispositivos conectados, fique atento ao e-mail que usou para criar a conta, se tiver algum acesso diferente o Facebook irá avisá-lo. 

>>> Leia também.: Comprar backlinks: principais tipos de links e ainda vale a pena?

Vale a pena levar sua empresa para o mundo digital?

importancia-marketing-digital-para-empresas

Ninguém poderia imaginar há um tempo atrás o que a Internet se tornaria o que é hoje. Tanto que muitas empresas nem cogitaram migrar, ou pelo menos, conciliar suas práticas com o digital.

Só que a realidade mudou. E quem não marca presença no mundo digital hoje, não somente corre o risco de perder espaço para a concorrência, mas pior, ver seu negócio simplesmente desaparecer.

E é justamente por isso que mais e mais empresas têm buscado maneiras de fazer essa transição da forma mais assertiva possível.

Mas se você ainda tem dúvidas se vale ou não a pena levar sua empresa para o mundo digital, separamos aqui algumas vantagens e tudo o que o seu negócio pode ganhar.

Qual é a importância de sua empresa estar no mundo digital

Poderíamos citar aqui inúmeros motivos para a sua empresa estar no mundo digital, mas talvez o mais importante seja porque é aí que estão seus potenciais clientes.

Além disso, hoje, não é mais você que vai atrás do seu cliente, ele é que encontra você.

Agora, imagine se você não tem um site ou uma página em uma rede social, como seu cliente vai imaginar que a sua empresa existe? Como ele vai saber que você vende tal produto ou serviço?

E sem falar que uma empresa que não está na Internet, é praticamente como se não existisse.

A boa notícia é que o marketing evoluiu tanto que se tornou muito mais fácil implementar no seu negócio essa transformação. E tudo isso graças ao marketing digital.

Se isso é ainda muito novo para você, saiba que são estratégias e técnicas para deixar seu negócio conhecido na Internet, e assim, alcançará mais clientes e consequentemente, mais vendas.

Veja a seguir outras vantagens de levar sua empresa para o digital.

Quais são as vantagens de um negócio marcar presença no digital

Além de potenciais clientes encontrarem você com mais facilidade, veja outras vantagens:

Aumentar a visibilidade: Por exemplo, uma empresa que tem um site, pode se tornar conhecida por pessoas dos mais diversos lugares;

Aproximar-se dos clientes: A relação empresa/cliente se torna mais próxima, o que ajuda muito na fidelização de clientes e mais vendas;

Alcançar potenciais clientes: O digital permite isso, desde que sejam usadas estratégias certas e direcionadas para o público certo;

Tornar-se uma autoridade: A concorrência na Internet é pesada, mas se você entregar valor ao seu cliente, é bem provável que se torne uma referência no seu setor;

Passa mais credibilidade: Toda empresa que tem um site ou uma página em alguma rede social, passa muito mais credibilidade, pois o cliente tem certeza de que ela existe.

Agora, para que qualquer empresa se beneficie de tudo isso e faça acontecer, é crucial implementar o quanto antes estratégias de marketing digital.

E por quê?

Por que o marketing digital?

Basicamente, porque só com as técnicas do marketing digital que vai ser possível colocar tudo isso em prática.

Por exemplo, o que você acha que faz um site aparecer nas primeiras páginas do Google?

Então, o Google leva em conta vários critérios para colocar um site nas primeiras posições dos mecanismos de pesquisa. E é aqui que entra o marketing digital.

De uma forma bem simples: são estratégias comprovadas que fazem com que um site seja bem posicionado. E um site sendo bem posicionado, logo, será encontrado por quem realmente tem interesse.

Mas o marketing digital não se limita apenas a otimizar um site, vai muito além.

Tudo o que você pode imaginar hoje na Internet, em relação a negócios, o marketing digital está lá.

Seja na gestão de redes sociais, elaboração de conteúdo para sites e blogs, criação de sites, enfim, praticamente tudo.

Conseguiu perceber o poder que o mundo digital tem hoje? E por que a sua empresa não pode ficar de fora?

Vale a pena levar sua empresa para o digital

Depois de tudo o que viu até aqui, se tinha ainda alguma dúvida, é bem provável que não tenha mais.

Um outro ponto a ter em mente é que hoje vender um produto ou um serviço já não é mais suficiente para atrair potenciais clientes, especialmente porque os consumidores estão cada vez mais exigentes.

E o seu papel vai além de vender um produto. Seu papel é resolver o problema do seu cliente e atender a todas as suas necessidades, de forma que ele fique satisfeito e volte.

Graças ao marketing digital, tudo isso é possível! E já está mais do que provado que uma empresa, não importa o tamanho, que tem uma marca forte na Internet, tem tudo para crescer e se tornar uma referência.

Como funciona na prática?

É tudo bem mais fácil do que você pode imaginar!

Na verdade, algumas estratégias você mesmo pode implementar por conta própria, mas nem sempre surtem os efeitos desejados.

Isso porque talvez você tenha outras atribuições na sua empresa e quando se trata de aplicar técnicas de marketing digital, é fundamental dedicar um tempo só para isso.

Nesses casos, a melhor opção é contratar uma agência de marketing digital, porque contam com profissionais especializados e treinados só nisso.

Ou seja, como possuem muita experiência, sabem exatamente o que fazer e quais estratégias vão funcionar melhor para o seu negócio.

Vamos supor que seu objetivo seja promover um produto ou um serviço. Todas as estratégias serão direcionadas especificamente para isso.

Ou se a sua ideia é atrair mais clientes e com isso, aumentar as vendas, os profissionais da agência vão elaborar campanhas para alcançar esse objetivo.

O primeiro passo é definir o que você deseja e juntamente com os profissionais da agência de marketing digital, pensarem juntos o que fazer daqui para frente, e assim, aos poucos, a transformação digital será implementada na sua empresa.

Dessa forma, sua empresa estará no digital da maneira mais assertiva possível e com certeza, ficará surpreso com os resultados!

>>> Leia também.: Comprar backlinks: principais tipos de links e ainda vale a pena?

05 melhores redes sociais para médicos: dicas e restrições

resdes-sociais-medicos

Redes sociais são plataformas online, nas quais é possível reunir pessoas de qualquer lugar do mundo para conversar, compartilhar ideias, interesses ou fazer amigos.

Diante de tantas possibilidades, com o passar do tempo, diversas empresas começaram a criar perfis na rede para expandir seu alcance, se aproximar dos clientes e fortalecer as ações de marketing.

Por conta desse fluxo crescente, surgiram várias agências de marketing digital oferecendo serviço de gestão para redes sociais, tendo em vista que a procura pelo gerenciamento de redes sociais cresce exponencialmente.

Além de empresas, profissionais de saúde, proprietários de hospitais e clínicas também perceberam as vantagens de contratar uma agência de marketing digital para gerir redes sociais, pois entenderam que elas são cruciais para o crescimento de qualquer negócio.

Pois não basta criar um perfil no Facebook ou Instagram e postar imagens e vídeos aleatórios, é preciso profissionais especializados, capazes de projetar estratégias especificas para atrair o público ideal para o seu segmento.

Gestão de redes sociais para médicos

Em síntese, o Marketing para Médicos envolve uma série de ações que visam otimizar suas redes sociais, como instagram ou facebook.

O processo abrange o planejamento dos posts, produção de conteúdo, constância nas postagens e medição das métricas.

Você acha que o seu sobrinho ou amigo sem especialização em gerenciamento de redes sociais consegue fazer tudo isso? Acredito que não, hein!

Talvez a essa altura você tenha percebido que as mídias sociais são uma extensão do seu negócio, por isso, contratar profissionais especializados em gestão de redes sociais para médicos é a coisa certa a fazer para que sua imagem seja sempre positiva, concorda?

Redes sociais para médicos e seus benefícios

Além de diversas empresas ao redor do mundo, o gerenciamento de redes sociais para médicos também se torna cada vez mais sólido.

Nos últimos anos, ortopedistas, cardiologistas, nutrólogos e outros profissionais da medicina e de outras áreas da saúde também se beneficiam dessa gestão especializada.

Assim como os empresários, os médicos e demais profissionais da saúde entenderam que é impossível ficar fora das mídias digitais – afinal, existem mais de 120 milhões de brasileiros conectados à internet.

O Brasil é o 4º país com mais internautas, ficando atrás apenas dos EUA, China e Índia – acredite estamos à frente de países de primeiro mundo como Alemanha, Reino Unido e até Japão.

Mesmo diante desses dados ainda não está convencido de que o Marketing para Médicos é essencial para alavancar sua carreira? Então confira alguns motivos que vão fazer você tomar a decisão certa de uma vez por todas.

Marketing para Médicos

Os pacientes só têm a ganhar quando médicos, clínicas e hospitais possuem perfis nas redes sociais. Você que é médico, por exemplo, também pode ser beneficiado, confira o porquê.

Credibilidade: se o seu perfil profissional ou clínica não for encontrado nas redes, sua credibilidade pode ser colocada em xeque. Além disso, você perde a chance de angariar novos pacientes.

Visibilidade: como se sabe, os sites de busca como o Google e Bing são hoje nosso oráculo – você precisa ser encontrado nesses buscadores. Caso não seja, sua visibilidade será menor, se comparada a de um profissional que esteja nas redes sociais.

Referência: numa época em que reinam as fake news, as pessoas buscam cada vez mais fontes de informação confiáveis. Quando um profissional da saúde disponibiliza informações sobre sua área de atuação, pode se tornar referência, atraindo cada vez mais pessoas para sua página e, por consequência, para o seu consultório.

Relacionamento: as redes possibilitam uma relação de confiança, estreitam os laços médico-paciente e criam uma comunicação mais rápida.

Também é possível monitorar os feedbacks dos atendimentos e da clínica, isso também ajuda a aumentar a credibilidade.

Agora que entendeu a importância da presença de profissionais da saúde nas redes, que tal contratar uma agência de marketing digital que faça gerenciamento de redes sociais para médicos?

Redes sociais para Médicos: quais usar?

A resposta é: em todas! No entanto, neste artigo indico as cinco melhores redes sociais para médicos. Preparado para saber quais são? Confira abaixo.

Facebook

O Facebook possui atualmente mais de 130 milhões de usuários no Brasil. O canal é fundamental para a divulgação de conteúdos relevantes sobre a sua área de atuação e permite criar posts em vários formatos, como textos, vídeos, dentre outros.

Desse modo, você que é médico pode compartilhar artigos, notícias sobre sua área de atuação, vídeos com dicas e orientações para pacientes, campanhas de conscientização, infográficos informativos e muito mais.

YouTube

De acordo com dados do relatório Digital in 2019, mais de 95% dos brasileiros utilizam o YouTube – de cada 10 brasileiros, 9 usam a plataforma de vídeo principalmente para expandir seus conhecimentos.

Você que é médico sabe por que isso acontece? Porque o vídeo é um formato que se popularizou e também porque não é necessário muitos recursos técnicos, pois é possível criar conteúdo de qualidade utilizando somente o celular e alguns aplicativos simples de edição.

Além disso, uma pesquisa divulgada no jornal Estadão apontou que os brasileiros primeiramente recorrem ao Google e depois ao YouTube quando se deparam com algum problema de saúde.

Somente depois disso é que vão procurar um médico. Então me conte: vale a pena ou não investir nessa plataforma?

LinkedIn

Linkedin se tornou obrigatória e essencial para qualquer profissional, especialmente para você que é médico. Por meio do LinkeDin é possível ampliar sua rede de contatos, entrar em grupos de discussão, fazer networking, publicar artigos e muito mais.

O LinkedIn é o espaço ideal para produção de conteúdos mais técnicos e um ótimo ambiente para construir sua autoridade digital na sua área de atuação.

Na plataforma também é possível disponibilizar seu currículo completo. Com isso, seus pacientes podem conhecer sua formação acadêmica e detalhes da sua atuação clínica e científica.

Twitter

No Twitter você não poderá escrever longos textos (#chatead@). Pois o Twitter, diferente das demais redes sociais, como o Facebook e Instagram, tem características bem específicas.

Nessa plataforma você tem o limite de 280 caracteres por postagem e os recursos são mais limitados.

Você deve estar se perguntando: então por que ter uma conta no Twitter se mal posso escrever uma frase?

Porque o Trendig Topics (assuntos mais comentados) ainda tem grande influência sobre o que é sucesso nas outras redes sociais.

Ademais, o dinamismo é a principal característica dessa plataforma – a velocidade de interação é bem maior  do que nas outras redes sociais.

Instagram

Nessa plataforma, as imagens são quem mandam, pois possuem maior destaque no feed. Por isso é importante postar fotos de boa qualidade em um designer clean (limpo).

“Acho que não dou conta de fazer isso e nem tenho tempo”.

Você não precisar fazer nada. Contrate uma agência de marketing digital que faça gestão de redes sociais para médicos.

No Instagram as hashtags (#) também devem ser utilizadas para indicar especialidade (#ortopedistaespecialistaemjoelho), tratamentos (#infiltracao) e procedimentos (#cirurgianojoelho). Ao fazer isso, você se posiciona e aumenta as visualizações dos seus posts e stories.

Essa plataforma também permite estreitar a relação médico-paciente,

Ao escolher uma empresa de marketing digital que faça marketing para médicos, você só tem a ganhar. Pode apostar!

Como fazer marketing médico dentro das regras do conselho

As eagências que fazem marketing para médicos conhecem todas as regras de publicidade médica determinadas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). Ao contratar uma agência de marketing digital para fazer esse tipo trabalho, a empresa segue à risca os preceitos éticos estabelecidos no Código de Ética Médica.

Segundo as exigências do CFM, os posts das redes sociais e anúncios médicos obrigatoriamente devem conter:

Nome e sobrenome do médico;

Especialidade ou área de atuação;

Número do registro profissional no CFM regional;

Número de inscrição no CFM;

Número do Registro de Qualificação da Especialidade (RQE) – o decreto 4.113/42 permite fazer referência a somente duas especialidades. Mais do que isso é proibido.

Essas são as exigências básicas, ainda existem muitas outras regras. Mas não esquente a cabeça! A QMIX Digital é especialista em gestão de redes sociais para médicos e conhece todas as exigências do CFM.

Redes sociais para médicos: erros que não devem ser cometidos

Como você já percebeu, as redes sociais para médicos são indispensáveis para que os profissionais consigam adquirir e manter a relevância no mercado.

Todavia, é preciso que os profissionais fiquem atentos ao conteúdo divulgado para, assim, não cometer erros, pois embora as normas para publicidade médica sejam amplamente divulgadas, existem muitos casos em que os profissionais desrespeitam as regras, podendo colocar, inclusive, a carreira em risco.

A seguir, confira algumas dicas para não cometer erros!

Fique atento a determinadas expressões

Provavelmente você se considera o melhor médico da cidade ou, ainda, acha que possui a melhor clínica da região.

Porém, na hora de divulgar peças publicitárias, não é recomendado utilizar expressões como “a melhor clínica”, “a melhor solução”, “o melhor tratamento” ou qualquer expressões semelhantes.

Segundo o Código de Ética Médica, esses termos podem figurar como propaganda enganosa, pois pode levar os pacientes a acreditarem que você é o único que domina determinada técnica, o que nem sempre é verdade.

Além de evitar as expressões citadas, fique atento à veracidade das informações que você compartilha. Divulgar dados duvidosos ou até mesmo fake news em redes sociais para médicos pode colocar em “xeque” sua credibilidade profissional.

Não compartilhe imagens de “antes” e “depois”

Provavelmente o procedimento que você realizou melhorou a qualidade de vida e, ainda, aumentou a autoestima do paciente.

No entanto, fique atento e não poste uma foto de “antes” e “depois”, pois essa ação é proibida pelo Código de Ética Médica.

Dessa forma, fique atento às regras quando se trata de redes sociais para médicos, pois ao contrário do que recomenda o Conselho de Odontologia, médicos ou estabelecimentos de assistência médica não podem publicar fotos de “antes” ou “depois”.

O CFM orienta, ainda, que os Conselhos Regionais investiguem de modo reiterado e/ou sistemático, publicações de “antes” e “depois” feitas nas redes sociais pelo próprio paciente ou terceiros.

Outra dica importante! Se o seu paciente divulgar uma foto mostrando um “antes” e “depois”, você não pode fazer repost nas suas redes.

Além das fotos de “antes” e “depois”, também é proibido compartilhar imagens de lesões, doenças ou qualquer conteúdo que possa causar desconforto ao público que não seja da área da saúde.

Quanto custa? Posso divulgar?

As redes sociais para médicos são essenciais para conquistar novos clientes, certo? Mas apesar disso, é proibido divulgar os preços dos tratamentos e, ainda, as facilidades de pagamentos, como parcelamento e descontos.

Também são vetadas concessões de desconto como forma de estabelecer diferenciais na qualidade do serviço.

Portanto, na hora de atrair mais pacientes para o consultório, foque na qualidade do conteúdo. Se o público gostar, com certeza entrará em contato para ter mais informações sobre determinado procedimento, por exemplo.

Não se esqueça: o paciente deve ir ao seu consultório levando em consideração a qualidade do seu trabalho, não o valor cobrado – e cá entre nós, você se dedicou durantes muitos anos para atuar em determinada área, não tem como por um desconto nisso, né?

Além disso, se você é médico e não possui o Registro de Qualificação de Especialista (RQE) em determinada área, não faça anúncios publicitários falado de tratamentos de tal especialidade.

Marketing para Médicos: cuidado na hora de se expor!

Algo comum nas redes sociais é o famoso textão – momento em que a pessoa aproveita para fazer aquele desabafo e lavar a alma.

Mas se você é médico: cuidado! Ao adotar essa prática de fazer textão reclamando de um paciente ou um caso clínico específico, é possível que você coloque em risco a relação médico-paciente.

Ademais, não utilize as redes sociais para médico no intuito de compartilhar informações sigilosas com outros profissionais, mesmo que sejam da área médico, especialmente sem o consentimento do seu paciente.

Nada de selfies com pacientes!

O CFM proíbe que os médicos publiquem selfies com pacientes nas redes sociais. As fotos não devem ser compartilhadas nem mesmo com a autorização do paciente.

O regulamento do CFM leva em consideração a proteção da privacidade e o anonimato inerentes ao Ato Médico.

Desse modo, resista à tentação, nada de selfies, okay?

Redes sociais para médicos não deve fomentar a busca pela perfeição

Existem vários perfis nas redes sociais nos quais os médicos incitam a busca pela perfeição, impondo muitas vezes padrões impossíveis de serem atingidos, seja do corpo perfeito, alimentação ideal, produtos indispensáveis, hábitos insubstituíveis, etc.

No intuito de “incentivar” os seguidores, alguns médicos, inclusive, têm o hábito de demostrar habilidades atléticas, músculos perfeitos, alimentação correta, dentre outros.

Não cometa esse erro! Com certeza a rotina do seu seguidor é totalmente diferente da sua. Desse modo, evite ser o “Dr. Perfeito”, pois essa atitude pode desencadear uma lacuna abissal entre o seu seguidor (um possível cliente) e você, médico.

Se quiser dar dicas de boa alimentação, exercícios físicos e outras escolhas salutares que você considerada positiva compartilhar com seus seguidores, tudo bem.

Todavia, procure ficar atento para não cometer excessos, pois existe uma diferença significativa entre um médico com bons hábitos e o “Dr. Perfeito”. Um cativa seus seguidores, potenciais pacientes, o outro, por sua vez, se distancia do público, pois traz uma rotina idealizada e sobre-humana.

Fuja da linguagem técnica

É imprescindível utilizar uma linguagem simples e direta que facilite o entendimento do público leigo – afinal, redes sociais para médicos não é o local adequado para dar aula de medicina, certo?

Embora você queira demonstrar todo o conhecimento que possui em relação a determinadas doenças, tratamentos ou técnicas, é fundamental que os seus seguidores entendam o que você está dizendo.

Além disso, apesar de ser essencial distinguir os conhecimentos científicos dos de senso comum, é necessário levar em consideração que a maioria dos pacientes têm o conhecimento baseado no senso comum.

Desse modo, é indispensável encontrar um equilíbrio na linguagem, pois, caso contrário, somente os profissionais da saúde vão entender o que você escreveu.

Por isso, conheça seu público, planeje a comunicação e post conteúdos relevantes com uma linguagem concisa e assertiva – só utilize linguagem técnica e escrita rebuscada se o seu público for composto inteiramente por profissionais da mesma área que você.

Não compartilhe fórmulas mágicas

Diversos médicos adoram compartilhar nas redes sociais soluções mágicas para perder peso, acabar com a dor de cabeça, se livrar das estrias, reduzir linhas de expressão, etc.

Ao fazer isso, oferecer soluções mágicas, acredite: você está afastando um possível paciente do seu consultório. Afinal de contas, porque o paciente agendaria uma consulta se você já indicou algum remédio caseiro ou medicamento específico problema dele, por exemplo?

Não comenta esse erro! As informações e dicas compartilhadas no seu perfil devem ser relevantes e tratar a medicina com seriedade. Assim, em vez de recomendar que o paciente use determinado medicamento ou produto, sugira sempre que ele consulte um médico especialista em determinada área, seja você ou um associado.

Saiba que você não pode oferecer soluções generalistas nas redes sociais para médicos. Em vez disso, dê a possibilidade do seu seguidor chegar até você por meio de poucos clicks agendando uma consulta online.

Desse modo, é crucial que você tenha um site que facilite o agendamento de consulta online. Com isso, o paciente navega pelo site e não dependerá da sua secretária para marcar o horário mais adequado para ele.

SEO para Médicos: conquiste a 1ª página dos buscadores

Ao longo deste texto tenho abordado a importância das redes sociais para os negócios, seja você empresário, médico ou outro profissional da saúde. Agora, saiba porque é fundamental ter um site otimizado com SEO.

Se lembra da última vez que fez uma busca? Quando surgiram os resultados, quais foram os sites que você clicou? Já suspeitava… provavelmente o primeiro da lista, não é verdade?

Por isso, diante de tanta informação na palma da mão, é fundamental que seu site esteja entre os primeiros nos mecanismos de busca, pois estar num ranking conceituado do Google ou Bing é garantia de mais visibilidade. Mas você sabe como conquistar esse feito de ficar em 1º lugar nas buscas? Continue lendo

Para deixar seu nome ou o da sua clínica no topo das buscas, a QMIX Digital utiliza o SEO para sites, momento no qual realizamos ajustes internos, feitos no próprio site. Essas estratégias permitem que sua página ganhe autoridade no mercado, receba mais visitas e aumente as possibilidades de conversão.

Quando trabalhada as técnicas de SEO para sites, você conquista maior volume de visitas orgânicas. Sabe o que isso quer dizer? Significa que seu site será acessado por mais pessoas, pois estará na primeira página do Google.

Google Meu Negócio para Médicos

Se você é médico e ainda não conhece o Google Meu Negócio, está perdendo a oportunidade angariar mais pacientes ou de divulgar sua clínica gratuitamente nas páginas de respostas do Google.

O Google Meu Negócio é uma ferramenta na qual é possível inserir informações completas e atualizadas, postar fotos, descrever sua área de atuação ou serviços oferecidos, responder a comentários e avaliações, criar postagens e muito mais!

O Google Meu Negócio é um recurso gratuito que possibilita a conexão entre você e seus possíveis pacientes por meio da busca do Google e Google Maps.

Ao fazer um bom trabalho de SEO para sites aliado ao Google Meu Negócio, sua presença primeira página do Google está garantida.

medico-marketing-digital

O custo em investir em Marketing Médico?

Essa resposta você só terá quando fizer um orçamento com a QMIX Digital. Mas uma coisa garantimos: é mais barato do que você imagina. Além disso, investimento só vira custo se o cliente não tiver retorno.

>>> Leia também.: Comprar backlinks: principais tipos de links e ainda vale a pena?

Qual é a Importância de Fazer Marketing de Conteúdo?

marketing-de-conteudo-em-goiania

Se todas as empresas soubessem do poder do marketing de conteúdo para seu crescimento, não pensariam duas vezes. Isso porque é considerado uma das melhores formas de aumentar a visibilidade, e consequentemente, fechar mais negócios.

Além disso, é uma das bases do marketing digital, pois através de um conteúdo interessante, você consegue atrair potenciais clientes, construir um relacionamento mais próximo e claro, alcançar muito mais facilmente os resultados que deseja.

Apenas lembrando que, para que você consiga colocar tudo isso em prática, é essencial que conte com a ajuda de profissionais capacitados em escrever artigos, posts em redes sociais, enfim, faça todo o marketing digital para a sua empresa.

Se você ainda está em dúvida e não sabe muito bem como funciona, nesse artigo, vamos mostrar em detalhes de como vale a pena você investir em marketing de conteúdo hoje.

Por que o marketing de conteúdo é tão importante

Como já falamos, se as empresas tivessem a importância do marketing de conteúdo para o desenvolvimento de seu negócio, começariam hoje mesmo. Agora, não basta apenas criar um conteúdo de qualidade e publicar no seu blog ou site. É essencial, em primeiro lugar, pensar em uma estratégia.

Se você der uma olhada à sua volta, vai perceber que estamos vivendo uma época onde antes de comprarmos um produto ou contratar um serviço, fazemos milhares de pesquisas.

E diante desse novo cenário, com consumidores cada vez mais exigentes, as empresas precisam encontrar maneiras de atrair mais e mais clientes.

Por isso que é tão importante criar um conteúdo de qualidade, que desperte realmente um maior interesse dessas pessoas. É isso que vai gerar mais valor à sua marca e assim, aumentar as suas vendas.

Quais são as vantagens de uma boa estratégia de marketing de conteúdo

Qualquer empresa, não importa o tamanho, deve ter toda a sua equipe alinhada em alcançar os mesmos objetivos.

E é aqui que entram as vantagens de uma boa estratégia de marketing de conteúdo. Separamos aqui algumas só para você já ter uma ideia porque deveria começar a investir hoje:

  • Geração de mais tráfego
  • Mais chance de conquistar novos clientes
  • Melhorar o posicionamento nos mecanismos de pesquisa
  • Trazer mais visibilidade para sua marca
  • Maior engajamento com os clientes
  • Construir uma relação de confiança
  • Se diferenciar de seus concorrentes

Já está mais do que provado que a imagem de uma empresa melhora de maneira significativa quando o cliente ou futuro cliente recebe um conteúdo personalizado.

Mas ao mesmo tempo, um conteúdo útil, pertinente, pois é justamente isso que vai influenciar na sua tomada de decisão.

E com uma boa estratégia de marketing de conteúdo, você consegue focar no seu público-alvo, direcionando seu conteúdo para quem realmente tem interesse no que a sua empresa oferece.

Nesse momento, muitas empresas acabam desistindo porque não sabem o que fazer e nem por onde começar.  E é aqui que uma agência de marketing digital pode ajudar.

Isso porque conta com profissionais para prestar toda a assessoria, desde a criação de conteúdos até o acompanhamento de todos os resultados.

Veja, a seguir, apenas algumas coisas que a equipe responsável pelo marketing de conteúdo faz.

Como funciona na prática o marketing de conteúdo

Em primeiro lugar, seria meramente impossível listar tudo aqui. Então, vamos apenas dar uma visão geral, caso você ainda não conheça muito bem.

E se tiver qualquer dúvida, a dica é buscar por uma agência de marketing digital, porque vai poder lhe orientar em todas as estratégias de marketing para o seu negócio crescer.

Vamos ver agora como funciona na prática o marketing de conteúdo:

Definição de personas

Para que uma estratégia de conteúdo seja eficaz, é fundamental conhecer quem é seu público-alvo. Para despertar a atenção de seus potenciais clientes, você precisa saber quem são, quais suas necessidades, desejos e interesses.

Depois de definir seu público-alvo, é o momento de começar a pensar em criar um conteúdo que seja atrativo para ele.

A ideia aqui é produzir um conteúdo personalizado, de forma que a pessoa tenha a sensação de que aquele conteúdo foi escrito especialmente para ela.

Buscar assuntos para criar o conteúdo

O primeiro passo para criar qualquer conteúdo é buscar por ideias. E onde você vai encontrar essas ideias?

No seu público-alvo, com base:

  • Nas perguntas e dúvidas de seus clientes
  • Nos seus comentários
  • Nos seus problemas
  • Nos seus interesses

É primordial que seu conteúdo apresente as respostas que eles procuram e que seja útil e interessante. Caso contrário, eles irão procurar a resposta no seu concorrente.

É essencial que o seu conteúdo dê para sua audiência a resposta que ela procura. Se não for útil, coerente e interessante, as chances são que procure essa resposta no seu concorrente.

A dica aqui é que o conteúdo tenha a ver com o seu nicho de mercado, e principalmente, seja algo único e inovador.

Analisar os concorrentes

Hoje em dia, todos sabemos que a concorrência está a cada dia mais acirrada, ainda mais nesse mundo digital, e seria muito interessante você saber o que seus concorrentes estão fazendo.

Isso vai ajudar a você pensar em estratégias para se destacar e assim, marcar a sua presença.

Onde divulgar o conteúdo

Você já definiu seu público, seu conteúdo e quais são os principais canais de transmitir sua mensagem para seus clientes?

Vamos supor que você já definiu seu público-alvo, criou um conteúdo único, e agora é o momento de fazer com que eles tenham acesso a tudo isso.

Mais uma vez, ter a assessoria de uma agência de marketing digital faz toda a diferença, pois sabe exatamente onde divulgar o seu conteúdo.

De repente, em blogs, vídeos, e-mail marketing ou redes sociais, apenas para citar alguns canais.

O que você precisa ter em mente é que é através do seu conteúdo que as pessoas vão se sentir atraídas para acessar seu site, seu blog, seguir sua marca nas redes sociais, enfim, conhecerem o que você está oferecendo e naturalmente, realizar uma compra ou contratar um serviço.

Publicar seu conteúdo

Quando se trata de publicar seu conteúdo, o ideal é fazer isso com frequência e um dos melhores canais hoje são as redes sociais.

Além disso, saiba que dependendo do tipo de conteúdo, um canal vai funcionar melhor que outro. Por isso que você precisa focar sempre nas necessidades e interesses do seu público.

Antes de publicar, é importantíssimo dar uma revisada no seu texto, ver se foram utilizadas as palavras-chave corretas, técnicas de SEO, pois isso melhora muito seu posicionamento nos mecanismos de pesquisa do Google.

Mensuração

Chegamos ao final, que é a mensuração dos resultados. É o momento de avaliar se a estratégia de marketing de conteúdo funcionou ou não.

Existem diversas ferramentas para acompanhar os resultados: rastrear as visitas, tempo de permanência dos usuários no seu site, taxas de conversão, etc.

Vale a pena investir em Marketing de Conteúdo?

Se você ainda estava em dúvida se valia a pena ou não investir em marketing de conteúdo, acreditamos que agora não tem mais.

Junto com outras estratégias de marketing digital, é a sua chance de ver seu negócio alavancar e alcançar muito mais visibilidade.

Além disso, permite construir uma relação de confiança com seus clientes, e sem falar que quando seus conteúdos são compartilhados em sites, blogs e redes sociais, mais facilmente sua empresa será encontrada.

Infelizmente, não é todo mundo que tem conhecimento para colocar todas essas estratégias em prática. E se a sua ideia é trazer mais notoriedade para sua marca e alcançar mais clientes, a dica é contar com a consultoria de uma agência de marketing digital.

>>> Leia também.: Comprar backlinks: principais tipos de links e ainda vale a pena?