Quais as Novas Tendências de Consumo Que Surgiram Com a Pandemia?

Índice

Quando se trata de novas tendências de consumo, seja antes e após o isolamento social, os consumidores adotaram novos hábitos, e ao que tudo indica vieram para ficar.

Embora alguns desses hábitos já fizessem parte do dia a dia de muitas pessoas, no entanto, para outras é algo totalmente novo, e tiveram que se adaptar a essa nova realidade.

E mesmo após a flexibilização do distanciamento social, o que parece é que as pessoas continuam optando por usar a Internet para fazer suas compras, contratar serviços, etc.

Agora, assim como os consumidores mudaram seus hábitos, as empresas também precisaram fazer mudanças para atender a todas essas necessidades.

Por exemplo, lojas físicas tiveram que migrar para o digital, restaurantes passaram a oferecer o serviço de delivery, houve um aumento de consultas médicas online, ou seja, grande parte dos setores também sentiram o impacto do distanciamento social.

Reunimos aqui as principais tendências e qual seu impacto nos diferentes mercados.

Quais as novas tendências de consumo que surgiram com a pandemia

Em primeiro lugar, saiba que essas novas tendências estão diretamente ligadas ao isolamento social, uma vez que o recomendado foi fazer quarentena.

E consequentemente, os hábitos dos consumidores também mudaram.

Na verdade, isso não afetou muitas pessoas, pois já tinham o costume de usar a Internet para fazer suas compras, pesquisar preços, porém, esse mundo digital pegou de surpresa tantas outras.

Acontece que muitas empresas não se prepararam, e provavelmente você viu muitas lojas tradicionais sendo fechadas.

Mas muitas outras, mesmo antes da crise que assolou o mundo, já haviam se antecipado e migrado para o digital, e não sentiram tantos os efeitos negativos.

Isso porque já estavam atentas aos novos hábitos dos consumidores, e assim, já implementaram estratégias de marketing para alcançar clientes em potencial.

E qual é o comportamento do consumidor hoje?

Qual é o novo comportamento do consumidor?

Antes de mais nada, a empresa que quiser minimizar os impactos da pandemia, precisa conhecer o que mudou no comportamento do consumidor.

E só a partir daí traçar estratégias assertivas para atrair potenciais clientes e procurar atender da melhor forma suas necessidades.

Veja algumas mudanças que vieram com o distanciamento social:

  • As pessoas passaram a fazer mais compras na Internet;
  • O consumidor ficou mais exigente;
  • Passaram a investir no seu bem-estar e conforto;
  • Aumentou o número de acessos a redes sociais, seja para conversar ou entrar em contato com empresas;
  • Começaram a buscar uma nova fonte de renda;
  • Cresceu o uso de dispositivos móveis.

Então, diante desse novo cenário, as empresas tiveram que se reinventar, caso contrário perderiam espaço no mercado.

E foi justamente por isso que várias começaram a entender a importância do marketing digital, pois era a única forma de chegarem até seus clientes.

Se você está pensando em abrir um negócio, ou mesmo que já tenha um, veja a seguir as principais tendências para os próximos tempos.

Quais as novas tendências de consumo?

Antes de mostrar as novas tendências, vale só lembrar que os consumidores estão mais conscientes e preocupados com o seu bem-estar físico e mental.

E mesmo que muitos já usassem a Internet, isso ficou muito mais evidente com a pandemia.

E quais são essas tendências?

1.Crescimento de mídias sociais

Durante o confinamento, o acesso às redes sociais aumentou de uma forma significativa, seja para conversar com amigos, compartilhar fotos, mas também para comprar.

Isso porque muitas empresas criaram perfis no Instagram e Facebook, por exemplo, para manter contato com seus clientes e divulgar seus produtos e serviços.

E assim, aproveitaram essa oportunidade para compartilhar seus valores.

2.Diante da incerteza, os hábitos de compra mudaram

Até por não saber o que ainda está por vir, muitos consumidores começaram a pesquisar melhores preços, promoções, descontos, etc.

Além disso, passaram a limitar suas compras de produtos não essenciais, privilegiando marcas locais e que atendessem às suas necessidades.

E comprar novos produtos está longe de ser uma prioridade nesse momento de incerteza.

Justamente por isso que várias empresas estão focando nos clientes já existentes e fazendo tudo para aumentar a taxa de fidelização.

3.Os consumidores preferem as marcas que os entendem

Algumas pesquisas apontam que 58% dos consumidores preferem as marcas que oferecem serviços essenciais e que entendem suas dores.

Para isso, as empresas devem evitar a todo preço dar a impressão de querem se beneficiar com essa crise.

4.Redução de participação em grandes eventos

Com a pandemia do Covid-19, grandes eventos foram cancelados, e algumas pessoas dizem que mesmo com a flexibilização em algumas cidades, continuam a fazer o isolamento social.

5.Sem contato

Por exemplo, quando você recebe uma compra em casa ou um delivery de supermercado, os consumidores evitam qualquer tipo de contato.

Consequentemente, os pagamentos via aplicativo são agora os novos aliados dos consumidores.

6.Preocupação com a saúde

A epidemia do novo coronavírus fez as pessoas reverem seus valores e hábitos, especialmente em relação à saúde e bem-estar.

Tanto que atividades físicas online explodiram durante a pandemia.

E essas tendências devem continuar, uma vez que os consumidores estão mais preocupados com a sua saúde.

7.Crescimento do e-commerce

Uma pesquisa mostrou que as gerações mais idosas, embora não sejam muito familiarizadas com o digital, passaram a recorrer mais ao e-commerce.

O e-commerce é hoje um dos principais canais de venda em praticamente todas as categorias de produtos, pois as lojas físicas fecharam ou restringiram a presença física.

Tudo indica que isso vai continuar mesmo após o fim da pandemia, pois os consumidores querem se proteger, além da facilidade e conforto de compras online.

Você viu que não só o comportamento dos consumidores mudou, mas as estratégias das empresas também.

É importante que estejam presentes em diversos canais, que implantem uma logística de entrega, enfim, que proporcionem a melhor experiência possível para seus clientes.

Mais uma vez, caso você tenha uma empresa e ainda não tenha implementado uma transformação digital, já passou da hora.

E isso não é só por conta da crise que estamos passando, mas principalmente porque é a tendência para os próximos anos.

>>> Leia também.: Comprar backlinks: principais tipos de links e ainda vale a pena?

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Mais postagens

Comprar Backlinks

Se você já tem experiência com SEO sabe a importância dos backlinks para ranqueamento de palavras-chave na SERP do Google.

Consultoria SEO

Prestamos o serviço de consultor SEO e outras acessórias focados em resultados reais.

SITES OTIMIZADOS SEO

Desenvolvemos sites otimizados com SEO OnPage para melhor posicionamento no Google.

Comprar Backlinks

Comercializamos backlinks contextuais em diversos sites reais com bom tráfego e boas métricas.

× Envie uma mensagem agora